Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre o começo e o fim...

Porque a vida não acaba quando o cancro começa... Simplesmente recomeça...

Entre o começo e o fim...

Porque a vida não acaba quando o cancro começa... Simplesmente recomeça...

10.08.18

E na praia, onde estão?

Cristina Ferreira
    1 em cada 8 mulheres teve, tem ou terá cancro da mama...   Estou na praia... Obsessivamente observo as mulheres de cabelo curtinho perguntando-me se será opção ou se será o rasto da quimioterapia...   Ao meu lado, uma senhora na casa dos 60. Chama-me à atenção não só pelo cabelo curtinho abafado por um pequeno chapéu de palha, mas também pela t-shirt que não despiu e ostenta sob um fato de banho subido. Está de costas. Eu observo-a. Eu não consigo desviar o olhar. (...)
09.08.18

Os Oscares do IPO...

Cristina Ferreira
    Não gosto de ir ao IPO. No IPO a luz é baça e o ambiente é pesado. No IPO a sala de espera é sombria. O IPO é o local onde tudo é real. No IPO respira-se um ar doente. No IPO sufoca-se entre os rostos pálidos dos doentes e os rostos preocupados e impotentes dos acompanhantes desgastados. No IPO eu agradeço a sorte que eu tive por, até hoje, eu ter vivido toda a minha vida, de forma mimada, num mundo tão afastado desta paralela realidade. No IPO os funcionários são (...)
08.08.18

Fugir...

Cristina Ferreira
    O tempo passa... Está quase... Está a chegar...   Não quero! Não sinto dores! Não me sinto doente! Não quero! Imagino-me a fugir do IPO... Véspera da cirurgia e querem-me internar... Imagino-me a acordar despedaçada... Não quero ser despedaçada! Antes que isso me aconteça, fujo imaginando-me a voltar apenas tranquilamente para casa...   Paro... Saio dos meus pensamentos e acordo para o mundo real... Repetida e dolorosamente compreendo que se voltar para casa aí sim vou (...)
02.08.18

Corajosa ou medricas?

Cristina Ferreira
    Não, eu nunca pertenci ao grupo das corajosas. Se houvesse um adjetivo para definir o que se é quando se é precisamente o oposto de corajosa... Se houvesse um adjetivo para definir o que se é quando se é aquele oposto colocado numa escala, muitos e muitos degraus abaixo da medricas, seria nesse grupo que eu me incluiria. Sim: degraus e degraus abaixo da medricas!   Perante esta nova situação (sim hoje vou apenas e só chamar-lhe "nova situação") que me faz morrer de medo (...)
27.07.18

Acordar...

Cristina Ferreira
    Acordo lentamente na penumbra do quarto. Sinto a sua presença ao meu lado. Ouço-o sonolento bocejar. Também já está a acordar. Lentamente, muito lentamente, move-se... Enrosca-se em mim num abraço apertado, ternurento e sincero. Fecho novamente os meus olhos. Suspiro profundamente... Descontraio... Solto-me... Relaxo... Sinto a mão dele na minha mão. Delicio-me no conforto que é ser envolvida na proteção do seu abraço. Não estou sozinha. "Vai correr tudo bem..." (...)
26.07.18

Apoio Psicológico e Cancro da mama?

Cristina Ferreira
    Sim, o apoio psicológico nestas situações é simplesmente indispensável. Começou há um mês o meu acompanhamento semanal com a psicóloga. Apenas uma consulta por semana e já sinto em mim grande mudança... A mudança de perspectiva não atenuará a dor, mas atenua já, nem que seja apenas momentaneamente, o medo...   Cá fora, o nódulo continua e eu sei que vai ser retirado... Não consigo ainda usar o "termo técnico", prefiro continuar a chamar-lhe cirurgia, apenas cirur (...)