Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre o começo e o fim...

Porque a vida não acaba quando o cancro começa... Simplesmente recomeça...

Entre o começo e o fim...

Porque a vida não acaba quando o cancro começa... Simplesmente recomeça...

06.09.18

E finalmente fui convocada...

Cristina Ferreira
    Sim desta vez é oficial: finalmente fui convocada! Uma senhora com voz simpática e paciente ligou-me do IPO convocando-me para os próximos procedimentos...   Deverei apresentar-me, no IPO, no dia 10 de setembro pelas 8h30 da manhã. Deverei chegar em jejum pois, para o primeiro procedimento do dia, ser-me-á solicitado o meu sangue para analise... Em seguida, serei momentaneamente libertada para ir tomar um merecido pequeno almoço. Após essa ilusória e curta pausa, (...)
05.09.18

Lotaria macabra...

Cristina Ferreira
    Primeiro vem o medo. Chega de repente, entra de rompante e vem de mão dada com o pânico. Depois sorrateiramente entra a culpa que vasculha minuciosamente na minha história de vida... "Que terei eu feito de errado para merecer isto...?" Informo-me, pesquiso... A necessidade doentia de justificação que sinto crescer dentro de mim sufoca-me...   Os dias passam e, finalmente, compreendo que... NADA! Simplesmente nada posso fazer para mudar isto, simplesmente nada fiz para merecer
04.09.18

Porquê eu?

Cristina Ferreira
    Apesar do tempo que já passou desde o início desta história, apesar do tempo que já passou desde a suspeita criada pela primeira consulta e confirmada pela primeira ecografia, às vezes ainda não consigo acreditar... Ainda me pergunto porquê... Leio e releio todos os grupos de risco e não me enquadro em nenhum... Simplesmente não é possível isto estar a acontecer-me a mim! A mim?!? Logo a mim?!? Continuo a sentir, de forma total e conscientemente absurda e pueril, que (...)
03.09.18

13 de setembro

Cristina Ferreira
    Repito baixinho: "13 de setembro, 13 de setembro, 13 de setembro..." 13 de setembro mas podia ser 11 de setembro ou outro qualquer dia de setembro ou de outro mês qualquer...   A 11 de setembro de 2001 eu estava no início da gravidez do meu primeiro filho... Grávida de 2 meses, eu ainda estava de férias e passeava pela Serra da Estrela... Foi ao entrar para lanchar, algures por lá, numa pastelaria cujo nome ou local seria hoje incapaz de recordar, que fomos bombardeados (...)
31.08.18

Estranho desfilar de pensamentos...

Cristina Ferreira
    Estava eu para aqui pensando que sou uma pessoa dinâmica por natureza e que sempre tive alguma dificuldade em lidar com tempos mortos...     O que mais me assusta numa situação de pós-cirurgia? Bom é verdade que obviamente me preocupam todos os efeitos secundários, físicos e/ou psicológicos, que poderão eventualmente surgir... Mas confesso que o que mais me aterroriza mesmo é o ficar parada. Sim: o ficar parada!   Dizem-me que levará algum tempo a recuperar o (...)
17.08.18

Greve? Férias!

Cristina Ferreira
    Greve dos enfermeiros? Não vou comentar... A minha primeira data de previsão de cirurgia foi final de julho. Na consulta seguinte, a data de previsão adiou para início de agosto. Na consulta seguinte, adiou para final de agosto... Com a atual greve dos enfermeiros, todas as consultas e cirurgias voltam a ser adiadas... Talvez a minha seja em início de setembro?    Final de julho teria sido perfeito: recuperação durante o verão não interferiria no regresso às aulas dos (...)
16.08.18

O stress? Oh esse malvado!

Cristina Ferreira
      Li algures que um nodulo só se consegue detetar ao toque quando já tem pelo menos 1 cm. Li algures que um nodulo de 1 cm poderá já ter mais ou menos 10 anos de existência... O meu nódulo tem 2 cm, logo a sua existência terá começado há mais de 10 anos...? Ninguém sabe... Onde estava eu há 10 anos atrás? A nível profissional estava por conta própria, sem horários e com demasiadas responsabilidades. Vivia numa correria constante da qual nunca conseguia desligar. (...)
15.08.18

Planos...

Cristina Ferreira
    Leu-me uma frase que encontrara por acaso: -"Quem morreu ontem, tinha planos para hoje... Quem morreu esta manhã, tinha planos para hoje à tarde..." Senti as lágrimas nos olhos: "Bolas! Eu tenho mesmo cancro! Se eu não fizer nada (e por nada penso na horrenda cirurgia que ainda não tem data marcada) não vou ter tempo para realizar os meus planos..." Levantei-me e fui ao encontro do seu abraço... "Tenho medo... Tenho tanto medo..."  E chorei... Chorei enroscada no seu (...)
14.08.18

Neblina...

Cristina Ferreira
  Neblina. Observo a neblina. Densa, espessa e opaca... Oculta tudo o que dentro dela se passa...   Pergunto-me quem sou...  Pergunto-me quem vou ser depois... Imagino-me qual rei D. Sebastião a ressurgir por entre a bruma: diferente, desgastado e envelhecido após ter travado uma longa batalha...    
13.08.18

Urgente: encontrar o culpado!

Cristina Ferreira
    Após um diagnóstico de cancro da mama, a palavra de ordem é encontrar o culpado! Que teria eu feito de errado no passado para merecer isto? Dei voltas e voltas... E acabei por me render... Há perguntas que simplesmente não têm resposta... Há coisas que simplesmente acontecem sem razão lógica para acontecer... Há coisas que simplesmente não dependem de mim... Há coisas que simplesmente eu não posso controlar...